CARTA VII - DEUS

 

Uma criatura assustadora, com dois olhos fumegantes e um terceiro olho dentro de um coração negro que carrega sobre a testa. Dono de uma bocarra, de onde sai uma língua enorme. Cospe fogo sobre o mundo, dividindo em duas uma cidade. Atrás dele um véu de escuridão. Consegue abraçar o mundo com suas terríveis garras e tem o poder de transformar o dia em noite e a noite em dia!

 

Sobre sua cabeça pairam três sacerdotes sem rostos que parecem comandar o Monstro, dando ordens e apontando o próximo ataque. Usam trajes cerimoniais e estão numerados, seguindo algum tipo de hierarquia eclesiástica.    

Um Bispo à esquerda que sugere, um Papa á direita que aponta e no centro um líder espiritual, um profeta iluminado, que parece apenas observar e dar a palavra final! Deus é o seu trono particular, de onde contempla o rastro de destruição, onde quer que passe!

 

Seria Deus, uma mera arma letal, um monstro destruidor e devorador de mundos, sob o comando de seres cujos interesses continua um mistério?    

Análise completa da carta: